24 julho 2006

Ciranda


[Santo Antonio 35,5 x 43 cm - aquarela, pastel sobre cartão
COPYRIGHT © 2006 - P2PEIXE]


Dança aqui essa ciranda
Bate forte no tambor
Roda a saia, bela moça
Põe no cabelo uma flor

Na batida dessa moda
Brilham luzes, move andor
O teu rosto de menina
Enche o meu peito de amor

Vem a chuva, vem o vento
Balançar os teus cabelos
E essa água tem o jeito
Do tear e dos novelos

Que o destino num momento
Fez a trama dessa dança
Corre aqui me dá um beijo
Vem brincar feito criança

Dança aqui essa ciranda
Bate forte no tambor
Roda a saia, bela moça
Põe no cabelo uma flor

Um comentário:

Anônimo disse...

Meu querido amigo Pedro!
Sua sensibilidade artistica confirma o esteta que você é.
Parabéns e sucesso sempre.
Abraços.
AMARAL - www.jancom.cjb.net

Frequências

jornal web Farol Comunitário

Pode acreditar

Tudo vale a pena se a alma não é pequena - Fernando Pessoa