22 maio 2008

A implosão iminente do mercado de otimização de sites (SEO) no Brasil

Por Alexis Kauffmann

O mercado de otimização de sites (SEO) no Brasil, hoje, vive uma fase de crescimento explosivo. Basta digitar "otimização de sites" ou "SEO" no Google para verificar o inchaço de um mercado que segue o rastro da demanda. Nas palavras de uma cliente, "hoje em dia, todo mundo quer fazer otimização de sites".

Empreguei a palavra "inchaço" propositalmente, porque vejo que esse crescimento todo é circunstancial e sem substância, uma autêntica bolha prestes a implodir sob o próprio peso. Pode ser difícil explicar para os deslumbrados, contaminados pela vertigem das alturas, que o topo da montanha-russa é, por sua própria natureza, a véspera da queda também vertiginosa.

No caso do mercado de otimização de sites, os fatores que estão precipitando a queda inevitável e lamentavelmente prematura podem ser resumidos em duas palavras: ignorância e preguiça. Ambos os fatores levam a más práticas e, conseqüentemente, a ineficiências que serão fatais em prazo bastante curto.

Antes de analisarmos esses fatores, vamos traçar o quadro estrutural do mercado de otimização de sites. No Google e demais buscadores, só há espaço para 10 sites na primeira página de resultados orgânicos para qualquer palavra-chave. Dez, e apenas dez sites, terão recompensado o seu esforço e investimento em otimização para qualquer palavra-chave. Assim, à medida que mais e mais sites em um mesmo segmento investirem em otimização, os esforços tenderão a se anular ao longo do tempo. Leia o artigo completo

Nenhum comentário:

Frequências

jornal web Farol Comunitário

Pode acreditar

Tudo vale a pena se a alma não é pequena - Fernando Pessoa