13 agosto 2008

Eleições 2008

urna
Estou me preparando para começar a falar das eleições deste ano. O silêncio que anda por aqui, dá margem a pensamentos inconclusos, sobre o que se anda verdadeiramente tramando.

Tô sentindo um nó na garganta, como se alguma coisa estivesse prester a irromper e desestabilizar a ordem das coisas.

Tenho a opinião de que dessa vez, ou seja nestas eleições, quanto menos mexer melhor. A quebra do ritmo pode trazer desequilíbrio na gestão das cidades. Trocar de prefeito só se o cara for ruim demais de serviço. Se for bom não mexa, a cidade vai sair ganhando.

Nenhum comentário:

Frequências

jornal web Farol Comunitário

Pode acreditar

Tudo vale a pena se a alma não é pequena - Fernando Pessoa