13 dezembro 2008

Será que o dono sabe?

Ou Politicamente Correto é a Vovózinha

Aqui na cidade em que vivo, supermercado não dá troco, arredonda para cima e não está nem aí, quantas vezes isso acontece por dia.

Não há para quem reclamar.

Considerando que a praxe é sempre arredondar para cima a conta, pergunto:

- Para onde vai o dinheiro que sobra nos caixas no fechamento?

Caixa 2?

O dono do supermercado, coloca no bolso e vai visitar um asilo para fazer doação?

A grosso modo um supermercado como o nosso por aqui, pode embolsar pelo menos R$ 50.000 por ano só de surrupiar R$ 0,02 por cliente, a marotagem chega a R$ 0,03, porque o arredondamento para baixo, só acontece quando a conta da quebra com final 1 ou 6 de outro modo esqueça o arredondamento é para cima mesmo.

Supondo inocentemente que em algumas (todas) as cidades brasileiras acontece o mesmo faço outras perguntas:

Quanto em dinheiro, some de circulação com o não retorno deste troco?

Isso é crime contra a economia popular, ou outro tipo de crime?

Quem quer ser parceiro de uma ação pública para forçar os supermercados a devolverem o troco certo ou a restituir um bônus por cada troco não fornecido?

Se você deixar 1 centavo todos os dias no supermercado, padaria e assemelhados terá ao final de 1 ano, deixado no caminho R$ 3,65, irrisório é verdade. A questão é por quantos multiplicar essa mixaria e ver no que dá no final das contas

Nenhum comentário:

Frequências

jornal web Farol Comunitário

Pode acreditar

Tudo vale a pena se a alma não é pequena - Fernando Pessoa