25 agosto 2015

Enfim a carta de renúncia

Trecho de sua carta de renúncia: 

"Fui vencido pela reação e, assim, deixo o Governo. 

Nestes sete meses, cumpri meu dever. [...] Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou indivíduos, inclusive, do exterior. 

Forças terríveis levantam-se contra mim, e me intrigam ou infamam, até com a desculpa da colaboração. [...] 

Saio com um agradecimento, e um apelo. 

O agradecimento, é aos companheiros que, comigo, lutaram e me sustentaram, dentro e fora do Governo e, de forma especial, às Forças Armadas, cuja conduta exemplar, em todos os instantes, proclamo nesta oportunidade. 

O apelo, é no sentido da ordem, do congraçamento, do respeito e da estima de cada um dos meus patrícios para todos; de todos para cada um. Somente, assim, seremos dignos deste País, e do Mundo. 

Somente, assim, seremos dignos da nossa herança e da nossa predestinação cristã." 

(Jânio Quadros) 25/08/1961

Nenhum comentário:

Frequências

jornal web Farol Comunitário

Pode acreditar

Tudo vale a pena se a alma não é pequena - Fernando Pessoa